Eu tento te esquecer até nas palavras, eu tento…

Ao som de Bon Jovi – This ain’t a love song

Eu ainda to um pouco sem ar, é que sua respiração anda ecoando no meu ouvido e eu não tenho outra lembrança, são tempos difíceis para corações despedaçados.
Demora a perceber, mas um dia a gente tem que aprender que nem toda atenção é preocupação, que nem toda saudade é da gente. Uma dia a gente aprende que as pessoas nos usam, usam nossos sentimentos e emoções para preencher o vazio do que falta nelas, e vão mantendo pequenos pedaços de toques para que a gente dê nosso tato inteiro.

Eu to aqui sendo muito mais forte do achei que seria, de novo, depois de muito tempo ter acreditado em alguém, de novo, tendo que refazer cada pedaço de mim, de novo.
E agora você anda procurando por outros olhos pra fazer os seus brilharem, mas não deixa o meus enxergarem outra coisa além da sua sombra. E é maravilhoso estar a disposição do mundo e ter um sentimento como o meu ao redor sem ter que retribuir.

Mas a cada lágrima que eu derrubo escrevendo isso, sem nenhuma chance de algum resquício de sentimento seu, tenho certezas de que isso não pode mais continuar.
Antes o comprimento do sorriso era o que me lembrava você, agora é esse gosto de sal que tenho sentido com frequência, é que a gente vai mudando as causas e consequências das pessoas sobre a gente e você, só soube salgar cada gosto doce que eu sentia ao lembrar do que gente tinha juntos.

passaro-adeus

Eu vou te confessar uma coisa seu idiota: Eu sou doidinha varrida por você, eu quase morro quando ouço sua voz de sono, eu quase paro mundo quando você da um sorriso e não há nada que me faria tão feliz quanto estar abraçada com você nesse dia tão frio, e isso é tão intenso e verdadeiro que eu sei que vou demorar pra sentir de novo, mas de amor eu não desisto, e você, ah você é só uma amostra do que eu achei que não tinha mais no coração e acabei descobrindo que tenho, tenho tanto que não vou deixar isso sair de mim.

Eu to escrevendo um texto tão confuso quanto a minha vida nesse momento e esse texto não é uma declaração, muito menos uma tentativa de te fazer entender de uma vez por todas o quanto você faz falta. Esse texto é talvez, um ultimo desabafo de alguém que está a cada dia mais cansada. Esse texto é uma forma desesperada de me convencer de que você nunca me quis de verdade. Esse texto é uma das minhas maneiras de me libertar disso, nem que seja através das palavras.

Você me persegue nas pegadas que eu desconheço, você me diz com outras vozes o que eu já cansei de escutar com seu silencio. Você mostra em entrelinhas um texto todo, que eu me recuso a ler ou entender, porque meu coração é meio idiota mesmo, mas um dia ele aprende. Pode ir, pode fechar a porta, pode falar pra todo mundo que a culpa foi minha ou pode falar que foi sua também, agora não me importa muito. As variantes são muitas, mas a essência não muda. No fim, você é só uma versão diferente do mesmo.

Anúncios