Não dê a mínima para tantas rimas

Sem mais para o que já está demais
Adiciona menos para o que é mais ou menos
Tira essa medida que já não é mais pedida
Nessa luta a arma foi fajuta
Nessa guerra o desprezo já demarcou a terra
Ignore o sentimento que foi mostrado num frágil momento
Esse buraco foi preenchido com um monte de caco
Essa lacuna foi tampada com uma frieza oportuna
Joga a saudade pela janela da eternidade
Larga essa mente que anda tão demente
E vê se tira essas rimas da minha emoção
Por que um coração que já está no chão,
Precisa de muito mais do que uma taça e um colchão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s